Ningin entrevista Justin Chon – Parte 1


O site Ningin, da cultura pop asiática, tem uma nova entrevista com Justin Chon (Eric Yorkie), na qual ele fala sobre Lua Nova, viagens e sua carreira. Confira a primeira parte completa no “Continue Lendo”!

Embora você conheça Justin Chon, de Twilight, como o humano Eric Yorkie, estou feliz em dizer que a humanidade não para por aí. Depois de conversar com ele ontem por alguns minutos ele facilmente entrou para a minha lista de pessoas pé-no-chão. Esta meus amigos, é uma boa lista para se estar. Além de conseguir um lugar naquela lista, ele pôde falar sobre o filme New Moon e nos inteirar do que tem acontecido desde que nos falamos pela última vez. Algumas vezes, ele até virou o jogo me perguntando coisas.

JI: Soube que recentemente você compareceu ao Pusan International Film Festival. Pode me falar sobre sua experiência e o que você fez lá?


JC: Gostaria de dizer que me senti um pouco fora do lugar, não sei porque eles me convidaram. Me senti um estranho.

JI: Por que?


JC: Não sei, só não senti como se fosse ‘parte do clube’ ou coisa parecida. Todo mundo lá tinha sua própria turma e eu achei que ficaria bem se fosse sozinho…e um, não fiquei legal.

JI: Sinto muito por isso.


JC: Sim, tudo bem. Quero dizer, é só o jeito que eles fazem negócios lá. Na verdade eu aprendi muito, eu aprendi muito sobre como eles fazem tudo por lá — percebi que eu realmente amo trabalhar na América.

JI: Falando na América, New Moon sairá logo. Como você está se preparando para a loucura?
JC: Não estou me preparando.

JI: Você só vai chegar lá e relaxar?


JC: Para o que eu tenho que me preparar? Vou uh…comprar um terno e no dia vou aparecer com [meu empresário] Anthony e vamos…assistir ao filme. Acho que é a melhor preparação que posso fazer.

JI: Então, nenhuma preparação emocional? A premiere do ano passado pareceu uma loucura pelo que eu vi.


JC: Que tipo de preparação você faria?

JI: Acho que eu faria um pouco de yoga, chamaria por Jesus e pediria às pessoas que rezassem por mim.


JC: Sim, acho que é uma boa ideia. Vou pedir às pessoas para rezarem por mim também.

JI: Com o sucesso de Twilight indo de um filme indie a uma franquia enorme, como isso tem afetado sua experiência no set de New Moon?


JC: Não muito. Um set de filme é um set de filme, a única diferença é que eles são bem mais protetores com as pessoas e usam guarda-chuvas para os fotógrafos não tirarem fotos. Sabe, a única coisa que afeta é a liberdade pessoal. Você não pode mais só sair do set e fumar um cigarro e eles têm que saber onde você está o tempo todo. Eles colocam essas paredes pretas em todo lugar para você não escapar do set. Mas além disso, com relação às gravações, é a mesma coisa. Só um diretor diferente. Há diferenças quanto a isso, mas quanto ao trabalho, é o mesmo.

JI: Como mencionei antes, vários dos nossos leitores incluindo eu mesma são naturais de Orange County, a vida mudou–


JC: Você não disse que era do Rowland Heights ou do San Gabriel Valley?

JI: Na verdade sou de Anaheim.


JC: Anaheim! Meu pai tem uma loja no Ball and Chapman, The Mega Shoe Factory.
JI: Sei onde é! Vou olhar quando precisar de sapatos.
JC: A que escola você foi?

JI: Orange High.


JC: Incrível. Frequentei a University High em Irvine.

JI: Legal. Então, a vida aqui tem mudado para você desde que Twilight apareceu?


JC: A vida — quero dizer, em alguns modos, sim. Posso viajar bastante. Sabe, às vezes sou reconhecido por algo. Mas uh, sim, estive viajando bastante. No ano passado pude ir a Paris, Espanha, França… (risos) haha Paris é na França, Londres, Flórida, Coréia, Nova York, Vancouver, Washington, Arizona, Austrália, Chicago – duas vezes…e acho que é isso.

JI: Destes lugares, de qual você mais gostou?


JC: Paris. Sabe, eu honestamente achei que não gostaria da Mona, que gostaria da Itália mas uh…não foi o caso. Achei que os franceses seriam um bando de pessoas narigudas e rudes, mas não foi o caso. Se você é extremamente legal com eles, eles te tratam com o mesmo respeito. Acho que eles só estão acostumados com americanos chegando e fazendo merda. E uh, eles não gostam disso. Então se você é legal, eles são legais com você. O que amei em Paris é que é uma cidade grande, mas tem uma vibração muito calma. Todo mundo é muito relaxado e quieto. Não é selvagem.

JI: Ou frenético…


JC: O que eu também amo! Mas ao mesmo tempo tem um ritmo rápido. As portas dos metrôs abrem antes mesmos do carro parar — você chega aonde quer e relaxa. E eu realmente gosto como tudo mundo fica na sua e não fica te encarando. Lembro que estava no trem e algumas garotas estavam gritando uma música — ninguém deu a mínima. Eles só as deixaram ser adolescentes, e ninguém estava tentando repreendê-las. Bom, as pessoas riram mas foi incrível.

JI: O que vem a seguir na sua lista de lugares para viajar?


JC: Vou estar de volta a Paris na semana que vem para uma sessão de autógrafos.

JI: Para uma convenção Twilight?


JC: Sim, eu e outros do elenco de Twilight geralmente fazemos estas convenções em que vamos a lugares e damos autógrafos. Então, estou ansioso para isso porque (em sotaque francês): eu amo Pareee.

JI: Que outros projetos você tem à espera?


JC: Nada, só Twilight. Depois disso, vou voltar para o quadro de desenhos e para a temporada de pilotagem. Estou re-energizado para a arte e para terminar com Twilight.

JI: Acho que é mais do que suficiente por enquanto.


JC: Você acha?

JI: Twilight em si já parece muito!


JC: Sim! A questão é, estou em um bom momento na minha vida mas acho que é hora de expandir os horizontes, sabe. Tem sido como, o que…dois anos e meio?

JI: Wow, e mais pela frente, certo?


JC: Uh sim…bom, não sei. Eles fizeram algum anúncio sobre o quarto livro? Acho que eles não anunciaram oficialmente o quarto filme. Não sei se estarei no filme, porque só assinei para os três primeiros. E obviamente enquanto você avança na série, meu papel diminui. No quarto livro, sei que poderia possivelmente estar no casamento de Edward e Bella. Tem outra cena em um dos sonhos de Bella no qual todos os humanos estão, tipo, mortos.

0 comentários:

Postar um comentário