Entrevista do Tay para a Rolling Stone


Em nossa nova edição, Taylor Lautner revela como ele passou de um praticante de artes marciais magricela a membro do elenco da franquia de sucesso Twilight. Nessa sessão de perguntas e respostas que você não encontrará na revista, ele examina o triângulo amoroso que move a história de Stephenie Meyer.

Você não acha que quando alguns fãs assistirem New Moon, eles vão ficar desapontados, porque você é meio que o vilão…?

Eu também tenho fãs do Team Jacob que são bem apaixonadas [risos].

Certo. Mas você também é o obstáculo no meio do romance entre Bella e Edward.
Eu entendo você. A coisa é, Jacob e Edward são dois caras completamente diferentes. Eles são opostos. E tudo depende do tipo de garota que você é. Se você gosta do tipo mais misterioso e perigoso, então é um. Eu pessoalmente amo a relação entre Jacob e Bella, e como eles começaram como amigos. Eles são muito mais abertos, e podem contar tudo um ao outro. Enquanto a relação de Edward e Bella é sempre tensa. É sempre séria. Mas a amizade de Bella e Jacob começa a ficar mais forte e você começa a se perguntar se eles podem continuar só amigos. Temos essa impressão em alguns momentos.

Mas quando o seu personagem desliga o telefone na cara do Edward em New Moon, isso desencadeia uma série de eventos que quase acabaram em uma tragédia. Isso é algo que um vilão faria.
Sim, isso é parte da personalidade de Jacob. Ele não consegue se controlar direito. Quando ele fica bravo, ele fica bravo. E ele só pensa na Bella. Ele se importa com ela. Ele a ama. Se alguém se mete no caminho, não é bom para ele. E ele explode. Então acho que você poderia ver isso de várias maneiras.

E depois Bella fica mentindo para o Edward para poder ver você. Isso deve ser tipo amor verdadeiro para sempre, então porque ela não pode só ser honesta?
Você sabe, ela é séria com o Edward e depois ela conhece o melhor amigo, Jacob. Ela fica confusa.

Mas você não é bem amigo dela. Você tem algo com ela, e está sempre fazendo comentários maldosos sobre o Edward.
Se eu fosse Jacob, e eu sinto como se fosse ele, seria tão irritante. Porque ela está no carro com ele em um minuto, prestes a beijá-lo e depois ela vai embora e é com o Edward. E depois ela volta para ele, sabe como é.

Depois ela até diz que ama você.
Por isso Eclipse é o meu preferido da série. É o ponto mais alto do triângulo amoroso. Acho que vai ser bom. Aquela cena da cabana é inacreditável. Ela está com frio e eu estou quente, então [já que vampiros são frios], você vai me deixar ficar na cabana com ela, ou você vai deixar ela morrer?

Isso que eu quero dizer. Porque você não fala tipo, “Vocês ficam aqui. Eu vou pegar um cobertor extra para você se aquecer” ou, “Vou virar lobo e pegar alguns animais para fazer um cobertor para você.”
Não, não, não. Meu Deus.

Dito isso, eu entendo o apelo do livro: é uma ótima fantasia para alguém ter dois caras lindos que brigam por você. É um romance clássico, com presas e pêlos para apimentar as coisas.
Definitivamente. E eu admito orgulhosamente que adorei a série. Eu não era nada leitor. Mas depois quando você lê, fica viciado. Eu sinto que cada livro, e os filmes, estão ficando mais excitantes. Com New Moon, você sabe, não é mais só a história de amor entre aqueles dois. Agora tem três pessoas, e é perigoso.

Mas quando você está lendo o livro, você não pensa às vezes, “Por favor, quando vai ter alguma ação?”
É para provocar ansiedade.

Porque você acha que Jacob e Edward gostam tanto da Bella?
Porque ela é diferente, sabe, ela não é falsa. Isso me atrai também. Uma pessoa que é pé-no-chão e é ela mesma. Aparentemente o Edward gosta do cheiro dela. Mas a relação dela com Jacob — ele sempre gostou dela. Eles eram amigos porque seus pais são melhores amigos. E ele sempre teve uma queda por ela desde criança. Agora eles estão chegando naquela fase em que as coisas podem começar a rolar.

O que você acha de toda aquela coisa do “irmão” do Jacob sofrer imprinting com uma menina de dois anos e se apaixonando por ela, depois mantendo-a por perto até que ela cresça? Isso não é meio estranho?

Sim, sim. Não vamos entrar nisso.


Confira também um vídeo dois bastidores da sessão:


0 comentários:

Postar um comentário