Examiner entrevista Tinsel Korey

Confiram uma nova entrevista do Examiner com a Tinsel (Emily) em que ela fala sobre Lua Nova, sua música e muito mais!

Tinsel Korey, a Emily Young de Lua Nova e Eclipse, é uma mulher inteligente. Korey deu um tempinho do set de seu novo filme Stained no Canadá, e conversou conosco sobre o seu trabalho na saga e muito mais…

Você está gravando um novo filme chamado Stained, não é?

Sim, é verdade.

Sobre o que o filme fala?

É um tipo de suspense psicológico que fala da vida de uma garota chamada Isabelle e de sua esquizofrenia, e ela tem todas essas dimensões, tem que superar essa vontade de matar as pessoas. É como se fosse uma jornada, e sobre outras coisas que passam por sua cabeça, e eu tenho que entrar dentro de sua cabeça, há todo um ciclo a cumprir. É um ótimo suspense, bem intenso.

Como é para você interpretar uma personagem tão intensa?

É muito trabalhoso, rola muita emoção, e como atriz, levo isso muito a sério, tento não me focar apenas nisso.Tem sido bem estressante, mas participar deste filme é ótimo, vale a pena passar por todo esse estresse contando que você veja algum resultado no final.

Como você foi escolhida para o filme? Você começou a gravar esse filme na semana passada?

Não, faz duas semanas que começamos a gravar. Eu entrei no filme porque já tinha trabalhado com o Bob e o Wally, que são os produtores do filme Rabbit Fall que eu fiz no ano passado. Eles sugeriram meu nome e falaram do meu trabalho, e a diretora disse ‘Ela é perfeita.’E eu me surpreendi ‘Por que vocês me escolheram?’, eu nunca tinha feito uma personagem assim, ela falou ‘você fica fantástica quando sorri, parece que poderia matar alguém,’ e eu disse ‘ok, acho que isso foi um elogio.’

Um elogio bem estranho, ainda sim…

(risos)

Eu estou realmente interessado em algumas coisas que você anda fazendo. Estou maravilhado com o que você fez com a nação quileute, e gostaríamos de estar com você na próxima vez que você voltar lá e trabalhar com as crianças da tribo?

Absolutamente! Vivo falando sobre como sinto falta deles..sinto que consegui passar alguma coisa para eles, eles me passaram algo também. Me preocupo demais com aquelas crianças, não é como se fosse apenas uma boa ação. Quero voltar lá e ver o resultado daquilo que ensinei a eles. Foi uma oportunidade de mostrar uma profissão que eles podem seguir no futuro. Eu perguntei a eles ‘O que você querem fazer?’ E eles responderam ‘Bem, quero sair com meus amigos,’ e eu disse ‘Isso é legal já que vocês têm todos esses lugares lindos para irem.’ Eles querem montar uma loja de surfe lá. Eu dei algumas dicas e eles gostaram. Isso é algo que você acaba nem percebendo, você pode encontrar algo que gosta de fazer, ter uma carreira e ser feliz com tudo isso. Há pessoas que reclamam de seus trabalhos, mas você pode fazer algo que ama e fazer disso sua profissão. Então sim, eu quero voltar lá, vê-los novamente e aprender mais sobre eles. A razão pelo qual fui visitá-los era que eu queria saber o que eles achavam de Crepúsculo e acabei descobrindo mais sobre a tribo. Quero voltar lá com certeza.

Sei que além de ser atriz, você também canta e toca. Alguma das duas profissões pesa mais do que a outra? Sei que você não as classifica, mas qual delas prefere?

Na verdade, não é assim. É um tipo diferente de arte, depende do meu humor. Às vezes, quero cantar, outras vezes sinto que preciso fazer algum filme. É às vezes, quero fazer os dois, mas nem sempre dá, algum tem que ter certa prioridade. Mas tenho algumas músicas legais… Vou lançar um álbum, não vejo a hora, será uma ótima oportunidade.

Se você tivesse a chance, sairia em turnê tocando sua música pelo país?

Sim, absolutamente. A razão pela qual não sai em turnê é que eu não tenho um CD. Eu já fiz um show, um desafio para mim, e os fãs perguntavam onde poderiam comprar meu CD e eu disse para eles escutarem as músicas no meu MySpace. Eu tenho que ter a certeza de que tudo estará certo antes de fazer uma turnê, quando eu posso deixar a carreira de atriz um pouco de lado e me dedicar à música.

Você já tem alguma gravadora?

Acho que não preciso de uma gravadora, especialmente com o MySpace, o Twitter e o Facebook. Você tem muitas opções como artista. Uma coisa necessária é saber como distribuir a música, mais isso é resolvido com o iTunes. Por isso acho que não preciso de uma gravadora, tenho consciência da artista que sou e preciso encontrar uma gravadora que me deixe expressar meu ponto de vista sem que isso se torne um pesadelo.

Boa sorte então.

Obrigada.

Quando você acabará as gravações de Stained?

Na próxima semana.

Aí então você começará a promover o Lua Nova ou…

Sim, isso mesmo. Tenho que dizer que a premiere será ótima. Todo mundo está me perguntando se estou preparada para o que vai acontecer. No momento, estou tentando me focar nessa personagem, nem consigo pensar direito em Lua Nova, você precisa se focar naquilo que está fazendo no momento. Mas vou começar a pensar nisso, talvez vou começar a pirar se parar para pensar em todo mundo que estará lá. Então, sim, vou começar a me focar em Lua Nova daqui para frente.

Você já sabe o que vai usar no dia?

Não, ainda não. Tenho algumas ideias de vestidos que gostaria de usar…estou procurando alguns estilistas, vendo se eles têm algo para eu usar, acho que será uma boa oportunidade. Se eu tiver sorte, eles não me rejeitarão.

Definitivamente… como foi filmar Eclipse?

Diferente porque tivemos dois diretores. O David é bem preciso, como um diretor técnico, é isso o que acho. O Chris se foca na emoção, porque ele também é ator. Foi bem diferente trabalhar com os dois, mas o ruim é que sinto saudade dos meninos. Sinto saudade do Chaske e de todos os outros, nos demos muito bem, foi ótimo poder voltar e revê-los. Foi uma das melhores coisas que aconteceu no filme.

Sei que vocês são bem próximos, como foi quando vocês se encontraram novamente nas convenções? Foi igual ao que era ou não?

Não, foi igual ao que era. Eu amo as convenções, como a que aconteceu na Austrália, a melhor coisa foi que conhecemos os Volturi. Somos muito brincalhões, aí o Chaske e eu conhecemos os Volturi e todos estavam no mesmo clima. Houve uma vez que o Charlie Bewley estava no palco dando uma entrevista e o Chris Heyerdahl saiu pela cortina e começou a fazer cócegas nele. O Cameron Bright e eu estávamos assistindo com pacotinhos de Vegemite na mão, é uma comida australiana que adoramos. E começamos a jogar isso nele. Nos divertimos muito. Sabe quando você reencontra seus melhores amigos que não vê há muito tempo? Foi assim com a gente.

Que legal! Sei que o Amanhecer ainda não foi confirmado, mas você voltaria para gravá-lo?

Com certeza.

O que mais você quer fazer no futuro?

Bem, música. Quero dizer, não sei o que acontecerá no futuro. Até mesmo a oportunidade de participar do Stained não estava nos planos. Essas são as coisas que me deixam animadas. Espero que apareçam mais papéis, mas você não pode prever o futuro. Vivo minha vida dia a dia. É um tipo de filosofia que sigo, encaro o que vier pois nunca se sabe como o será o amanhã.

É uma ótima atitude, e obviamente serve para você. Mas você sonha com alguma coisa ou gostaria de fazer algum papel em especial?

Gostaria de fazer um papel de ação, tipo como a Angelina Jolie em Lara Croft. Já filmei com uma arma no filme Wyver, foi um ótimo jeito de descarregar o estresse. Foi engraçado, tiros para todos os lados. Descarreguei minha energia. É por ser uma ativista, queria fazer papéis de mulheres fortes também. Meu objetivo é conseguir isso.

Isso seria ótimo. Quando você diz ativista, você quer dizer uma feminista, ambientalista ou…

Bem, na essência, sei dos direitos dos nativos assim como os do feminismo. Não quero dizer feminista. Não sei, acho que essa palavra é muita pesada, é mais como se fosse poder para as mulheres. Muitas fãs são jovens mulheres, e não acho que elas tenham uma pessoa modelo para seguir. As ideias sobre as mulheres são muito banalizadas, acho que elas podem ser sexy e bonitas ao mesmo tempo sem precisarem se rebaixar.

Concordo.

Sabe de uma coisa? Quero mostrar que você não precisa ficar quase nua para se sentir bonita, ou para conseguir a atenção dos garotos, não é preciso fazer isso para conseguir a atenção deles. Sua força e beleza vêm de uma energia que está presente em você, é algo no seu interior, não no exterior. Acho que sou um pouco feminista… Ou melhor, luto pelo poder das mulheres.

Isso meio que lembra a sua personagem Emily, você já percebeu isso?

Sim, ela é uma mulher forte, e tem que ser assim porque cuida dos garotos da reserva. Ela os alimenta, e toma conta para que eles estejam sempre no caminho certo. Ela tem que ser forte por causa do Sam… Ela é o verdadeiro poder atrás do homem, ela tem que ser forte por ele e pelos garotos, manter em sigilo o segredo deles o tempo todo.

0 comentários:

Postar um comentário