Loucos por Lua Nova


(São Paulo, BR Press) O segundo capítulo sequencial da bem sucedida série de Stephenie Meyer, que se transformou em um fenômeno de bilheteria, promete levar fãs de todas as idades à loucura. Kristen Stewart (Bella Swan) e Taylor Lautner (Jacob Black, por quem a moça vai arrastar uma asa no filme), visitam o Brasil para a divulgação do filme e falam sobre a produção, efeitos especiais e Crepúsculo.

A Saga de Crepúsculo: Lua Nova está descaradamente mais superior do que Crepúsculo (Twilight, EUA, 2008) em termos de produção artística, efeitos especiais, divulgação e trama. Nesta nova história, o romance entre vampiro e mortal é elevado a um novo nível quando Bella Swan tem que enfrentar seu destino pelo amor de Edward Cullen (Robert Pattinson). Como ela mergulha nos mistérios do mundo sobrenatural do qual aspira fazer parte, a garota descobre segredos antigos que a colocam mais em perigo.

Nova paixão?

Além destes segredos, Bella ainda tem que lidar com novos sentimentos que começam a aflorar: sua repentina atração por Jacob Black, seu melhor amigo e quem fica a seu lado quando ela é abandonada por Edward, logo após a comemoração de seus 18 anos. Taylor Lautner, o Jacob, surpreende na preparação e na transformação de seu personagem: corta as longas madeixas, engorda 14kg de músculos e se sobressai muito mais do que o próprio Robert Pattinson. Pelo menos na opinião das garotas – inclusive de Kristen Stewart.

Nos efeitos especiais, Lua Nova também ganha pontos extras. A transformação de Jacoc em lobo é ótima – nada parecido com os efeitos amadores de Crepúsculo. Como contou a própria Kristen, “os olhos de Taylor Lautner foram usados para fazer os olhos do lobo quando ele se transforma”. Ela explica a perfeição: “O olhar é o mesmo. Dá para saber que o animal é realmente Jacob. Um trabalho fantástico!”

Querido diretor

Na coletiva, Kristen e Taylor responderam a todas as perguntas de forma bastante confortável e bem-humorada. Sempre trocando elogios entre si e defendendo a qualidade de trabalho de todos os envolvidos com a produção, os atores foram igualmente parciais quanto à admiração e respeito relacionados ao diretor Chris Weitz (A Bússola de Ouro), que assume o comando desta vez e a quem ambos parecem ser realmente gratos.

Os comentários sobre a direção anterior de Catherine Hardwicke, do filme Crepúsculo, apesar de sutis, não deixaram claro porque ela não continuou no comando da sequência da saga. “Não tive a oportunidade de trabalhar com Catherine da mesma forma que aconteceu agora com Chris. Com ele, a experiência foi fantástica, foi demais!”, declarou Taylor Lautner à esta repórter, quando perguntado sobre as diferenças entre trabalhar em Crepúsculo e agora em Lua Nova, em termos de produção artística, efeitos especiais e direção.

Kristen aproveitou a deixa e também opinou: “Quando você trabalha com um diretor que é tão especial, tão bacana e tão apaixonado, você se sente seguro para fazer e realizar qualquer coisa que seja necessária”, explica. “Há tanta pressão sobre nós, o trabalho é tão intenso, que Chris fz tudo ficar mais fácil, dando a oportunidade de buscar dentro de nós o nosso melhor. Chris nos permite ter comando de verdade sobre nossos personagens”.

Lua Cheia

Empolgada com a pergunta, Kristen Stewart ainda reforça: “Crepúsculo não tinha a intenção de ser algo tão grande. Catherine era o tipo de diretora mais independente e Crepúsculo foi feito desta maneira. Lua Nova não. Enquanto Crepúsculo é mais uma história depressiva, sobre descobertas e abandono, Lua Nova é algo mais real, mais forte. Trata de assuntos mais verdadeiros. Lua Nova é mais profundo, é maior em todos os sentidos. A escala é muito maior. Há muito mais para ser visto”.

Os atores responderam a mais perguntas durante o tempo cronometrado de 30 minutos. Kristen e Taylor chegaram ao Brasil no sábado (31/10) e já neste domingo embarcam para o México. O forte esquema de segurança não conteve os fãs, já que o local da coletiva, que era para ser divulgada somente para jornalistas, vazou. “A operação padrão da Polícia Federal ficou muito mais difícil do que tínhamos previsto”, disse o mediador das produtora Summit e do estúdio Paris Filmes que trouxeram os atores ao país, Paulo Gustavo. “Ficou mais complicado, mas deu tudo certo. Perdemos dois seguranças. Caso vocês os encontrem por aí, por favor, os entreguem de volta a nós (risos)”. Kristen e Taylor saíram para conhecer um pouco da cidade? Sim. Na noite de sábado, eles foram a uma churrascaria, e Taylor Lautner disse que sempre adorou o churrasco brasileiro.

0 comentários:

Postar um comentário