Os Humanos Abrem o Jogo

Em Lua Nova, toda a atenção é voltada aos vampiros e lobisomens, mas são os amigos de Bella que mostram a realidade no filme. Anna Kendrick, Michael Welch, Justin Chon e Christian Serratos (respectivamente Jessica, Mike, Eric e Angela) falam sobre serem a parte cômica do filme e sobre serem os mortais entre os personagens sobrenaturais.

Diferente de Crepúsculo, que foi filmado em Portland, vocês gravaram Lua Nova em Vancouver. Como foi?

Justin: O clima é bem melhor aqui. Em Portland, o clima era muito, muito frio e chuvoso. É um pouquinho melhor aqui.

Anna: Uma das coisas mais estranhas em gravar em outro lugar é recriar todas as coisas, como o estacionamento da escola. Foi como um déjá vu porque estamos em um país diferente, mas eles reconstruíram o estacionamento da escola que filmamos da outra vez.

Vocês também tiveram um novo diretor em Lua Nova. Como foi trabalhar com o Chris Weitz?

Michael: Ele foi maravilhoso. A Catherine também, mas eles têm estilos e processo diferentes de direção. E eu acho que no final você acabará notando a diferença. Acho que o Chris se esforçou mais para ter uma coerência visual do jeito que o filme é visto, sobre os vampiros, os lobisomens e os humanos. Visualmente, Lua Nova é mais estilístico. E a forma como ele gosta de trabalhar no set, ele é muito calmo, lúcido e inteligente. Ele sabe o que quer e já prepara tudo antes das gravações.

Christian: Ele é realmente maravilhoso. Bem organizado, fala muito bem, é despreocupado – tudo ao mesmo tempo. É incrível.

Se vocês não fossem os humanos, quem gostariam de ser: vampiro ou lobisomem?

Anna: Eu pessoalmente prefiro ser um lobisomem, já que eles parecem se divertir muito mais. Os vampiros também são legais, mas são muito calmos e contidos. Os lobisomens são um pouco mais loucos.

Michael: Eu prefiro ser um vampiro. Ser um vampiro seria legal, eu acho, nos primeiros 100 anos ou algo assim. Seria legal ser um vampiro porque eles são muito mais cool, são sexy, interessantes e complicados.

Christian: Eu seria um lobisomem. Eu seria a Leah porque ela é audaciosa.

O clima de Lua Nova é bem sombrio. Vocês representam o mundo normal da Bella, mas também a parte cômica do filme.

Justin: A Bella passa por uma depressão em boa parte do filme, e temos que trazer alguma luz a ela, senão seria um filme todo sombrio.

Michael: Nosso trabalho é adicionar uma pitada de humor, um pouco de leveza, mostrar como são as pessoas em Washington .

Anna: Acho que há uma comédia inerente à nossa feliz ignorância sobre tudo o que Bella está passando no mundo sobrenatural.

Alguma coisa mudou em seus personagens desde Crepúsculo?

Anna: A Jessica continua a mesma. Eu diria que ela não amadureceu nada no período entre Crepúsculo e Lua Nova. Ela começa a ter um ataque de tolice enquanto a Bella está se sentindo desesperada. Não sei bem se ela consegue animá-la, mas isso acaba dando ao público uma pausa de todo aquele negócio de vampiros e lobisomens.

Uma das cenas mais engraçadas do livro é o “encontro” do Mike com a Bella, quando eles vão assistir a um filme de terror e o Mike acaba passando mal. Como foi filmar essa cena?

Michael: Foi uma cena muito engraçada. Um momento daqueles que pode acontecer com qualquer um. Eu tive momentos em minha vida que foram quase insuportáveis na hora, mas eu acho que o público vai achar a cena muito triste e engraçada. Acho que uma das melhores coisas em interpretar o Mike é que eu posso reviver todos esses momentos horríveis do colegial, isso faz com que eu o entenda mais facilmente.

Todos falam muito sobre Team Edward e Team Jacob. Vocês não acham que é hora de ter um Team Mike e Team Eric?

Michael: Acho sim! Na verdade, alguns dos meus amigos fizeram umas camisetas do Team Mike.

Justin: Adoraria fazer isso também. Acho que você deveria começar uma campanha. É política. Você precisa de lobistas e coisas assim.

Há várias pessoas novas no elenco como o Michael Sheen, a Dakota Fanning, e os novos lobisomens. Com quem vocês gostariam de trabalhar nos próximos filmes?

Michael: É engraçado porque eu trabalhei com a Dakota há alguns anos em um episódio de Malcolm. Ela era minha irmã mais nova, não tinha nenhuma fala e tudo que ela fazia era ficar correndo atrás da personagem da Reese, tentando mordê-la. E três meses depois ela estava no filme Uma Lição de Amor, e tinha se tornado uma superstar. Seria legal trabalhar com ela de novo. E o Michael Sheen é maravilhoso também.

Justin: Eu gostaria de estar em uma das cenas dos Volturi, mas como isso não acontece nos livros, não acontecerá nos filmes.

Christian: Há tantas pessoas maravilhosas nessa série. Nem acredito como o elenco é grande.

0 comentários:

Postar um comentário