Kristen Stewart diz que não se importa com os tablóides


Com “Lua Nova” chegando à terceira semana e permanecendo o filme número 1 do país, passamos a semana publicando entrevistas com Robert Pattinson enquanto ele discutia sobre o corpo de Taylor Lautner, romances e seu futuro assustador depois de “Crepúsculo.” Mas e a protagonista dele?

Com a ajuda de nossos amigos na MTV Radio, estamos felizes em trazer pensamentos de uma das maiores jovens estrelas de Hollywood, a Srta. Kristen Stewart. Continue Lendo para saber o que ela pensa sobre diretores que não fazem seu trabalho, Bryce Dallas Howard se juntando a “Eclipse” e o que ela acha de atuar em uma novela nos tablóides da vida real.

MTV: Kristen, você disse no passado que “Lua Nova” foi um filme difícil de filmar. Agora que acabou, valeu a pena o sofrimento?

Kristen Stewart: Eu me diverti muito nesse filme. Foi muito intenso, por causa da natureza da história. Vai em uma direção completamente diferente. Nós questionamos o primeiro. Nós estabelecemos uma ideia muito ideal de amor e basicamente dizemos à personagem principal, à nossa protagonista, que ela estava errada. E é tipo, “O que vai acontecer com a história se Edward não estiver lá?” É isso que eu amo muito em “Lua Nova,” é que você vê essa garota se recuperar, e quando ela faz essa decisão radical de passar a eternidade com um vampiro, ela está em uma posição em que você acredita nela. É tipo, “OK, você está velha e madura o bastante para saber agora. Você teve experiências.” Ela cresce.

MTV: E quanto à atenção da mídia que vem com atuar em filmes tão populares, está ficando mais fácil lidar com isso?

Stewart: Fiquei mais confortável com isso. E toda aquela coisa de rumores de tablóides, é tudo tão obviamente falso para mim. Antes mesmo de eu fazer parte disso, antes de eu ser tipo a estrela daquilo, é como um show; é como um show ridículo. Com realismo falso, como uma novela que parece real, mas você não tem certeza. Não me incomoda; eu não levo para o lado pessoal.

MTV: Em “Lua Nova,” nós vemos a performance final de Rachelle Lefevre como Victoria. Você terminou de filmar “Eclipse.” O que nós podemos esperar ver de Bryce Dallas Howard, já que ela está no papel agora?

Stewart: Foi muito bom [trabalhar com ela]. Bryce é assutadora. Ela é muito estranhamente fofa também, então é estranho ver ela mudar de personalidade assim. Victoria, para Bella, é um medo sempre constante — até mesmo quando Victoria não está por perto, ela tem medo de que ela volte. Bryce é uma atriz tão boa, e foi fácil ter medo dela.

MTV: Os fãs tiveram dúvidas em relação a Chris Weitz quando ele foi anunciado como o diretor de “Lua Nova,” mas obviamente ele foi capaz de conquistá-los. Por que você acha que ele foi o cineasta certo para esse volume da série em particular?

Stewart: Eu acho que para ser um bom diretor, você precisa ser uma boa pessoa e precisa se importar com os outros. E eu não conheço um ser humano mais compassivo que ele. Eu não poderia ter feito isso a menos que tivesse um ambiente tão convincente, confortável e seguro para ser vulnerável — e ele forneceu isso, vezes dez.

MTV: O que você pode nos contar sobre o agora lendário “guia de orientação” que ele deu a vocês quando vocês chegaram ao set?

Stewart: Chris fez uma coisa muito diferente que eu nunca tinha visto um diretor fazer. Ele montou um arquivo com o que deveríamos alcançar e como ele iria facilitar as coisas para todo mundo — meio que uma introdução a como ele gosta de trabalhar. Não só apresentou a ideia de colaboração mas disse, ‘Por favor, pessoal, amem isso e trabalhem duro.’ Foi bastante encorajador. Também tinha aspectos técnicos da filmagem — como ele sentia que uma parte tão grande do filme teria que ser feita com CGI, com o que nós teríamos que trabalhar — mas que ele sempre iria nos deixar cientes do material com que iríamos atuar e nunca nos deixar soltos e secos como muitos filmes de efeitos especiais são, porque você não sabe a que está reagindo. Era um resumo geral de como ele planejava fazer o filme. A maioria dos diretores são tipo, “Você tomou notas para a nossa reunião?” e a verdade é, “Não. Esse é o seu trabalho.”

0 comentários:

Postar um comentário