MTV Radio entrevista Rob Pattinson (Parte 1)

A MTV fez uma entrevista muito interessante com Rob, onde ele fala sobre Chris Weitz, sobre Edward e as alucinações e ainda sobre romantismo.


Enquanto você lê isso, “New Moon” tem o maior de fim de semana de abertura de 2009, certamente vai arrecadar mais milhões esse fim de semana e pode possivelmente se tornar a maior bilheteria do ano. Em suma, é um tempo muito bom para estar Robert Pattinson.

Recentemente, o homem de outra maneira conhecido como Edward Cullen sentou com MTV Radio para uma conversa franca sobre a vida tanto em Hollywood quanto em Forks, Washington. Se você puder esperar 10 minutos entre as viagens ao cinema para ver de novo, leia para aprender os pensamentos de RPatzz sobre seu diretor, a cena de “New Moon” mais difícil de gravas, e a coisa mais romântica que ele já fez.

MTV: Conta pra gente sobre trabalhar com Chris Weitz. Quais eram seus pensamentos quando você recebeu o seu agora famoso “guia de orientação”?

Robert Pattinson: Quando ele nos entregou, foi assim [uma surpresa]; quero dizer, eu nunca teria isso de nenhum diretor. Tinha 40, 50 páginas, essa coisa. E isso mais um monte de cartas e e-mails e tudo [ele tinha mandando pro elenco], tentando mostrar que ele estava na mesma página como nós e ele está completamente conosco em fazer o filme. E ele não hesitou da atitude do começo ao fim de todo o elenco. Isso provavelmente soa ridículo com quantos elogios esse cara recebe. Eu estava com a esposa dele e ele no Japão, e ela estava mesmo doente com isso! Mas ele é como um santo. Ele é uma das melhores pessoas que eu já conheci, deixando diretores sozinhos. Eu acho isso de várias maneiras que ele mostrou no filme – isso consegue um monte de coração.

MTV: Como você está só em partes do filme, você se sentiu deslocados dos seus companheiros? Você queria que Edward estivesse mais em “New Moon”?

Pattinson: Essas [alucinações] cenas eram as mais difíceis. Elas não estavam realmente na hora, mas quando eu vi o primeiro corte do filme, eu fiquei tipo, [nós precisamos fazer isso de novo]; nós tínhamos mudado elas um pouco na edição e ADR , talvez porque é tão difícil. Não é Edward que você está interpretando, é uma manifestação da solidão e desespero da Bella. Isso sempre era muito difícil – eu estava tentando perguntar pra Kristen, “Como você interpretaria isso?” Quanto a estar sozinho, eu acho que eu sempre me sentia um pouco reservado como o personagem em toda a série. Eu acho que ele é assim.

MTV: Mas você aprecia mais Edward a cada filme?

Pattinson: É engraçado, porque quando eu li “New Moon”, me deu algumas idéias de como interpretar ele no primeiro. É o que eu mais relacionei, e que eu humanizei Edward pra mim ao máximo. No primeiro, ele fica do começo ao final como um personagem idealista, no segundo, ele comete erros que são acusados por todo mundo, incluindo por ele mesmo. Ele é totalmente prejudicado por mais criaturas poderosas, e ele está prejudicado emocionalmente por pessoas assim. Eu acho que é o que humanizou isso.

MTV: Você é uma pessoa romântica na vida real?

Pattinson: Eu não fiz muitas coisas românticas na minha vida… Eu gosto das cenas românticas. Eu sinto que vários caminhos da história em “New Moon” são muito desoladores e verdadeiros. E eu não eu acho que eu estava faznedo alguma coisa só por causa do romance. De várias maneiras, é uma história muito triste. Hmmm… qual a coisa mais romântica que eu já fiz?

MTV: Você já fez uma serenata pra alguém?

Pattinson: Ah não [risadas]. Eu não acho que eu seria romântico. Você tem que ter tanta coragem pra fazer isso. Eu na verdade não consigo pensar na coisa mais romântica que já fiz. Eu coloquei uma flor no armário de alguém quando eu tinha 15 anos, essa garota Maria. Talvez eu tinha 14. De qualquer maneira, ela pensou que foi outra pessoa. E o outra cara assumiu isso [foi ele], o que foi ótimo.

0 comentários:

Postar um comentário