Collider: Crítica a “The Runaways”


Com maravilhosas atuações de Kristen Stewart, Dakota Fanning e Michael Shannon, The Runaways é um dos melhores filmes do festival de Sundance deste ano. Baseado no livro Néon Angel: The Cherie Currie escrito por Cherie Currie. The Runaways conta a história da banda de rock dos anos 70. Kristen Stewart interpreta Joan Jett, Dakota Fanning é Cherie Currie e Michael Shannon é o excêntrico Kim Fowley – o homem que reúne a banda.

Houve vários debates se o filme deveria mostrar o que a banda realmente viveu nos anos 70 – o uso de drogas e as cenas de amor entre elas. O filme não só mostra isso, mas também às vezes você sente que está assistindo a um documentário no qual Stewart e Fanning realmente cantam e tocam, as duas tem atuações inspiradoras. Para saber mais do que eu penso sobre o filme, leia a seguir:

A primeira coisa a saber é que se você queria estar no Sundance para assistir ao filme, fique tranquilo. Ele será lançado nos EUA em 19 de março. É só esperar um pouquinho.

O filme começa no ano de 1975 em Los Angeles. Logo somos apresentados a Joan Jett e Cherie Currie e pelo que elas estavam passando em suas vidas no momento.

Jett era uma solitária tentando descobrir a aparência certa e um jeito de tocar guitarra quando mulheres eram consideradas groupies e não membros de uma banda. Ao mesmo tempo, Cherie Currie era uma adolescente que idolatrava o David Bowie e frequentava os mesmos clubes locais que Jett. Quando Joan Jett encontra Kim Fowley, ela tem a ideia de uma banda de rock de garotas e depois de alguns ensaios e testes, nasce o The Runaways.

É quando o grupo está formando que temos cenas maravilhosas de Michael Shannon como Kim Fowley. E também, para ajudar o grupo a se preparar para cair na estrada e ser uma banda de rock, Fowley faz as garotas frequentarem um acampamento onde ele as ensina o que é preciso saber para fazer parte do mundo da música. Lembre-se, naquele tempo, não existia nenhuma banda de garotas e Fowley viu que tinha um grande sucesso em mãos. Finalmente após algumas festas, a banda cai na estrada e assistimos ao melhor momento do The Runaways.

A história continua e vemos as adolescentes começarem a experimentar drogas, suas sexualidades, e como viver em uma banda, o que mais afeta Cherie Currie.

De novo, as atuações de Kristen Stewart e Dakota Fanning são fantásticas e elas realmente impressionam ao interpretar essas lendas ainda-vivas do rock.

O que realmente gostei no filme foi que ele não leva em consideração nenhum lado da história do The Runaways. Floria Sigismondi, roteirista/diretora, pinta um cenário real da Los Angeles dos anos 70 e mostra o que acontecia nas vidas de Jett e Currie. Vemos como elas viviam suas vidas e o que as aproximou. E depois de ficarem famosas e conquistarem a indústria musical, Sigismondi não as julga nem condena, mas mostra a realidade simples como ela é. A história tem seus altos e baixos, e ela não precisou exagerar para contá-la, o que a maioria dos diretores poderia ter feito.

Outra coisa para saber sobre o filme é que enquanto ele tem um ótimo elenco coadjuvante composto por Scout Taylor-Compton (como Lita Ford), Alia Skawkat (como Robin, uma personagem fictícia representando todas as baixistas que passaram pela banda) e Stella Maeve (como Sandy West), elas são deixadas para segundo plano e aparecem em apenas algumas cenas. Sigismondi se foca mais na relação Jett-Currie-Fowley, e é uma decisão esperta para se arriscar.
Mas o que seria de uma crítica sobre o filme sem mencionar a cena de amor entre Kristen Stewart e Dakota Fanning?

Sim, há essa cena no filme, e é bem feita. Você nunca sente que Sigismondi está usando as atrizes mais do que o necessário para mostrar que as duas passaram a noite juntas. Mas será interessante ver o que os fãs da Saga Crepúsculo irão pensar, ainda mais os fãs adolescentes de Kristen.

A maior questão é saber o que os pais dessas crianças que querem ver Kristen Stewart como Joan Jett irão dizer a elas? Apesar do filme não glorificar ou condenar nenhuma ação questionável, você vê Kristen Stewart (e Dakota Fanning) usando drogas, beijando outras garotas e andando por aí sem muitas roupas. The Runaways é um filme para maiores de idade, que explora um tempo diferente e acho que dependendo da criança, alguns pais terão que acompanhar os filhos e explicar que Stewart interpreta Bella Swan e Joan Jett, e que Bella Swan não é nada parecida com Joan Jett.

Exercitando o senso comum.

Palavras Finais

Apesar de alguns dos filmes do festival já darem o que falar antes mesmo de estrearem, The Runaways aproveitará esse seu momento Sundance até a estreia nos cinemas em março e poderá faturar muito em bilheteria mundial. E uma trilha sonora animal e muito fiel ao The Runaways, a banda deve aproveitar esse sucesso e conquistar novos fãs.
E mais do que tudo, The Runaways é um ótimo filme repleto de honestidade e atuações reais de atores experientes.

0 comentários:

Postar um comentário