Isabella e Jacob são os nomes de bebês mais populares nos EUA.

Graças ao sucesso de “Crepúsculo” nas livrarias e nos cinema, Isabella é o novo nome mais popular entre as meninas nascidas nos Estados Unidos, enquanto Jacob é o mais usado entre os meninos pelo 11º ano seguido, de acordo com o órgão americano Social Security Administration. A cultura pop aparentemente é a maior influência entre os nomes mais populares nos EUA em 2009. Barack ainda não está entre os mil nomes de meninos mais usados, mas uma versão do nome da filha do presidente, Malia, foi o que mais cresceu entre as meninas.

- Tudo pode influenciar a escolha dos nomes dos bebês, da cultura pop à literatura, de música a celebridades – afirma Jennifer Moss, autora do livro “The One-in-a-Million Baby Name Book” e fundadora do site Babynames.com.

Vários dos nomes mais populares – e dos que mais cresceram em popularidade – saíram direto da saga “Crepúsculo”, série de livros e filmes sobre o romance entre uma adolescente e um vampiro. Cullen é um deles.

Edward Cullen é um dos principais personagens de “Crepúsculo”, e o nome Edward subiu 11 posições no ranking, chegando à 137ª posição. Mas Cullen foi o que teve o maior aumento entre os nomes masculinos, subindo 297 posições, para o número 485.

Nos livros e nos filmes, Edward Cullen é um vampiro. Sua namorada? Bella, um apelido comum para Isabella.

Jacob é outro personagem importante na história, mas o reinado do nome começou bem antes do primeiro livro da série “Crepúsculo” ter sido publicado, em 2005. Isabella está entre os dez mais populares desde 2004.

- As pessoas parecem estar ficando mais criativas e flexíveis com os nomes de suas filhas. Com meninos, acredito que elas tendem a ser mais conservadoras, pois não há muitas mudanças – explica o representante da Social Security Administration, Michael J. Astrue.

Pouco mais de 22 mil meninas nascidas em 2009 foram batizadas Isabella, seguidas de Emma, Olivia, Sophia e Ava. Cerca de 21 mil meninos foram chamados de Jacob, seguidos de Ethan, Michael, Alexander e William.

0 comentários:

Postar um comentário